sexta-feira, outubro 13, 2006

Quem adivinha?

Guess where have I been last weekend...



Creio que aparece uma imagem entre o bartender e a Vicki! :D E não dou mais ajudas...

1 Comments:

At outubro 14, 2006 2:20 da tarde, Anonymous Um tipo com sorte (muita) said...

Não sei como foste capaz... Sei, obviamente, por onde andaste, mas escolheres esta pista foi um golpe demasiado baixo. Toda a gente sabe que esta série era um logro. Eu fui daqueles que, na companhia de Vera Roquete, passei tardes a ver o "Agora Escolha". Lutei para reunir toda a energia positiva do Cosmos para que o "Esquadrão Classe A" ou o grande Mac ganhassem. Acontece que durante estes momentos agoniantes de espera (havia um cenário de horror a pairar: A "Lassie" podia ganhar) era embalado ao som das águas do Pacífico. A musiquinha era agradável, as paisagens deslumbrantes e as miúdas muito aceitáveis (pelo menos para um jovem imberbe ainda a definir um padrão). O problema nasce quando, nesta fase tão facilmente influenciável da vida somos confrontados com a necessidade de escolher um role model. As hipóteses eram quatro. Podíamos escolher o tipo charmoso e cota do capitão, que invariavelmente o remetiam para os braços de uma actriz ainda mais velha que ele. Podíamos escolher o estilo atabalhoado do Gopher que só dava resultado de 10 em 10 episódios. Tínhamos a hipótese Isaac, que apresentava performances muito aceitáveis mas envolvia uma escolha de patilhas simplesmente fora de questão. Por fim surgia a luz ao fundo do túnel... o Doc. Aquilo era miúdas por todo lado, elas quase caiam do céu para o melgar. Era um Herói, o único galo de uma capoeira sem fim...
A escolha era mais que óbvia! Amigo, queres ser feliz? Be a Doc.

POR QUE É QUE NINGUÉM ME AVISOU?

Por que é que ninguém me disse que aquilo era um espectáculo de solidariedade a favor dos totós deste mundo? Por que é que ninguém me disse que frases tipo novela TVI, calções justos e óculos de pseudo-intelectual nunca fizeram de ninguém um chick magnet? Por causa desta série fui infeliz uma boa dezena de anos e tu, boa Ana, não devias tê-la trazido à memória...

Acabei por ter sorte... Deixei vir ao de cima o BA que existia em mim, arranquei com astúcia de MacGyver os últimos resquícios de Doc-ismo. Tive sorte...


Foi duro... já passou... Tive Sorte.

 

Enviar um comentário

<< Home